Vale do Loire
Vale do Loire

Descreva sua imagem.

press to zoom
Provence
Provence

press to zoom
Corsega (228)
Corsega (228)

press to zoom
Vale do Loire
Vale do Loire

Descreva sua imagem.

press to zoom
1/7

FRANÇA

Dordonha

Vamos até à Dordonha! Damos a volta aos Toques du Périgord, seguimos a rota do foie gras, dos deliciosos queijos de cabra de Rocamadour e dos vinhos de Bergerac. Vamos aprender a distinguir estalactite de estalagmite na Gruta de Padirac e descobrir a arte rupestre em Lascaux. Vamos visitar o incrível Chateau de Beynac e suas vistas deslumbrantes do alto de suas muralhas. Por fim, vamos de canoa até Rocamadour para ver a Virgem Negra e comer um bom queijo! 

Córsega

Corsega (343).JPG
Dordonha (13).jpg

Mar com mil tons de azul, trilhas pelas montanhas, cachoeiras, cidadelas medievais. Maravilha do Mediterrâneo, a Córsega é muito mais do que a terra que viu nascer Napoleão. O que realmente cativa na Córsega são suas belas paisagens e seu jeito selvagem, mas ao mesmo tempo tão organizado e cuidado. Tem picos montanhosos que chegam a alcançar 2.700 metros de altitude, lagos alpinos, florestas, cachoeiras e costões rochosos cercados por um mar que varia do azul turquesa ao azul profundo, cheio de praias inacreditáveis. No meio dessa exuberância toda os vilarejos mudam de cara conforme se vai para a costa ou para o interior e mantém um jeito tranquilo de viver. A arquitetura das cidades é preservada com capricho, nada de prédios enormes ou chamativos, tudo em tons neutros, sempre compondo a sintonia com a natureza com perfeição.

A Rota de Napoleão

A história começa em 1 de março de 1815 quando Napoleão I pôs os pés na praia de Golfe-Juan após 1 ano de exílio. Ao seu lado, 1.200 homens prontos para ir a Paris para colocar novamente imperador no trono. A partir deste ponto começa uma formidável epopéia de seis dias e 324 km. Na época, ele assume o comando dos Alpes e segue a trilha das mulas para evitar a resistência monarquista. A Rota de Napoleão, nomeado oficialmente em 1932, segue religiosamente parte desta rota através de duas regiões (Provence-Alpes-Côte d'Azur e Rhône-Alpes) e quatro departamentos (Alpes Marítimos, Alpes de Haute-Provence, Hautes-Alpes e Isère). Esta é uma Provence mais selvagem e agreste que faz parte da rota. Com o passar dos quilômetros, Napoleão observou que sua popularidade estava intacta. Vamos reviver essa façanha lendária que levou Napoleão a Paris.

Borgonha

Dizem, que os viajantes e verdadeiros amantes do vinho, mais cedo ou mais tarde, chegam à Borgonha na busca de encontrar elegância, pureza e emoções. E nós não seremos exceção, de bicicleta por caminhos isolados , colinas mais suaves e arborizadas, passando por castelos de conto de fadas, bastilhas medievais e aldeias pitorescas, mas nunca muito longe do mar de vinhas que fizeram da Borgonha um destino privilegiado para visitantes gourmets de todo o mundo. Ao longo da nossa semana, nosso objetivo é ajudar você a entender algumas das complexidades e segredos por trás de dois mil anos de viticultura, o conceito de "terroir", a diferença entre um grand cru e uma denominação de aldeia , e também como a gastronomia da Borgonha tem evoluído ao longo dos séculos para formar uma perfeita harmonia com o excepcional Pinot Noir e Chardonnay que são produzidos por lá.

Vale do Loire

Prepare-se para uma semana de bike no coração da França! Vamos explorar a Touraine, um Patrimônio Mundial da UNESCO localizado no Vale de Loire, cruzar exuberantes paisagens com campos de trigo, vinhas e girassóis. Iremos pedalar ao longo das margens do rio mais longo e selvagem da França, o Loire que corta densas florestas de carvalho. Imagine-se na corte de Francisco 1º enquanto caminha por salões e jardins requintados de castelos renascentistas tão majestosos como Chambord ou Chaumont. O Touraine é um paraíso. As especialidades locais incluem carne de porco “rillettes” e “rillons”, Géline de Touraine, peixes de água doce, legumes e queijo de cabra picante. Há tanta variedade de produtos frescos ali, que o Vale do Loire é conhecido como o Jardim da França.

Senanque.jpg

Provence

O charme da Provence é indiscutível! Suas plantações de lavanda, os campos de girassol e os temperos típicos aguçam nossos sentidos. No berço da gastronomia francesa, teremos uma amostra de aromas e sabores que serão provados lentamente e o dia a dia será brindado com os melhores vinhos desta região. À noite, castelos e hotéis de charme nos aguardam para o merecido descanso.

A PARTIR DE DE 2022,

DOIS NOVOS DESTINOS

Bordeaux

No mundo inteiro, a palavra 'Bordeaux' remete a alguns dos melhores vinhos tintos que existem. Em direção ao sudoeste! Vamos pelas vinhas ou pela praia ou simplesmente de TGV, a apenas 2 horas de Paris. Um passeio de Médoc a Saint-Émilion, pela baía de Arcachon ou nas ruelas do Vieux Bordeaux. Vamos apreciar a vida calma, o tempo ameno e as obras arquiteturais. Depois, seguimos o rio Garonne até à magnífica Cité du Vin. Uma viagem que irá colocar você em outro patamar de conhecimento de vinhos de qualidade!

ABC_Bordeaux_1600.jpg
Champagne.jpg

Champagne

Champagne, situada a leste da região de Paris, é uma das grandes províncias históricas da França. Já na época do imperador Carlos Magno, no século IX, Champagne era uma das grandes regiões da Europa, uma rica área agrícola que era famosa por suas feiras. Hoje, graças a uma espécie de espumante que deu nome à região, a palavra Champagne é mundialmente conhecida - ainda que muitos dos que a conhecem não saibam exatamente de onde vem.